Toda hora temos ideias, algumas vezes ruins, outras boas e ainda outras excelentes, o problema é quando temos uma ótima ideia e a perdemos, por não nos lembrarmos dela. Isso acontece com todo mundo, exceto com aqueles que correm para anotá-la.

A dica de hoje é relativa a ideias, como ter ideias, lembrar delas e se for o caso, colocá-las em prática. O primeiro passo é ter ideias, mas como tê-las? Durante o dia somos bombardeados por informações, seja nas relações pessoais, seja em sites, seja na televisão e durante a nossa exposição a tantas informações, nosso cérebro capta e gera ideias, frequentemente.

Meus 5 geradores de ideias

Os meus 5 geradores de ideias, eles são responsáveis para eu pensar e repensar nas coisas que faço.

  • Ler livros e biografias – Ler livros aleatórios, de ficção, de romance ou aventura e ainda conhecer histórias das pessoas que são bem sucedidas, pode nos ajudar a expandir a mente, eu mesmo não foco em um único tipo de livro, leio de “Harry Potter”, a “O milagre da manhã”, isso porque todos tem algo para falar.
  • Ouvir podcasts – Eu ouço por volta de 1 hora de podcasts por dia, ouço de podcasts de política, humor e sobre investimentos, acho que quanto mais plural formos, maior a chance de ter ideias diferentes.
  • Viajar/ explorar a cidade – Então, quando podemos viajar para fora da nossa zona de conforto temos a possibilidade de conhecer novas culturas, novos jeitos de ver a vida, mas não podendo fazer isso, conheça a sua cidade. Acredite, em 9 anos em Palmas, ainda tenho centenas de lugares para conhecer.
  • Filmes e Séries – Você assiste só o que você gosta? Tá e como você sabe que não gosta de algo? Por isso consumo muitos conteúdos, desde reality shows de comida, a filmes indianos, saio consumindo de tudo para que eu possa ver novas coisas.
  • Praticar exercícios – Então, aqui nem é tanto pelo exercício, mas pelo momento criado por eles, amo dar voltas no Parque Cesamar ouvindo música e refletindo sobre o dia, ou sobre a semana e nunca vi surgir tantas ideias na minha cabeça igual ocorre quando estou caminhando.

Após surgirem ideias, pensamentos, necessidades na sua mente, anote, só vá pensar se serve para alguma coisa depois de anotada a ideia, não deixe com que ela escape.

Onde anotar suas ideias

É importante anotar em lugares que sejam difíceis de perder, como por exemplo, o bloco de notas do seu celular, uma vez que quando anotamos em algum papel ou pedaço de papel podemos esquecer de guardar e levar a ideia para casa.

  • Simplenote – É um aplicativo que uso para escrever ideias grandes, por ter um formato tipo diário ou bloco de anotações, fica fácil separar as categorias e manter tudo organizado. O que mais me chama atençao nele é a continuidade, consigo iniciar a anotação de ideias no celular e ir pro computador sem que demore a sincronizar.
  • Trello – Esse aqui é o organizador das ideias, aprendi sobre ele no Desafio #5diasdeconteudo da @jaqueei, inclusive é nele que estou organizando as postagens, deixo tudo produzido e pronto para postar. A Jaque inclusive disponibilizou na época do Desafio um vídeo explicando como usar.
  • Google Keep – Ele lembra muito post-its daí você consegue fazer notas bem rápidas, uso ele quando preciso anotar ideias rápidas ou mesmo temas para procurar depois, ele também funciona bem na sincronização entre o app e o computador, facilitando o trabalho.

Pronto, então já temos uma ideia e ela esta anotada, não precisamos decidir se ela é boa agora, pode ser depois, porque agora você tem que buscar saber se alguém já não teve essa ideia e você pode usufruir da solução criada por essa pessoa. Se sua ideia ainda não está em prática aí começa a análise para saber se vale a pena investir ou não naquela ideia.

Muitas ideias acabam não sendo colocadas em prática, devido aos custos, mas se a ideia é boa e é barata, porque não colocar em prática? E se for boa e cara, o que impede de colocar em prática? Dinheiro? São perguntas que você deve se questionar.

Vou dar um exemplo, esse site, até pouco tempo buscava um site que me desse dicas de filmes, seriados, livros, aplicativos e informações relativas à melhora da minha produtividade, como disse no texto relacionado ao foco, tenho problema em mantê-lo se eu não ter uma noção clara do objetivo e sei que não sou o único, o diferentão, o rei da falta de foco, sei que sou só mais um e que posso ajudar os outros com a forma com que encontrei para sanar meu problema, então minha ideia é boa, barata e ainda de quebra ajudo as pessoas, no meu ponto de vista não poderia ser melhor.

Então, para fechar, nunca descarte nenhuma ideia se quer, pois geralmente nosso cérebro está buscando formas de sanar nossos problemas de forma eficaz, se o problema é comum deve ser uma boa ideia, se estiver em dúvida, questione pessoas próximas, se não tem interesse ou não consegue colocar em prática a ideia, passe ela para frente, sugira uma parceria, mas não perca nenhuma ideia.

Fonte da Imagem: Negocio do Zero