O mercado financeiro é apresentado como um monstro de sete cabeças, mas não é bem assim. Pelo contrário, ele segue uma lógica e você deve entender ela para então iniciar as operações.

O foco não precisa ser se tornar um economista e conseguir palpitar em como o mercado deve agir em determinada situação, mas sim saber onde investir, rentabilidade do investimento escolhido, porque abrir conta neste ou naquele banco, dentre outras coisas.

Para falar mal do mercado financeiro, conheça!

Frequentemente tem pessoas falando mal sobre o mercado financeiro, sobre Bolsa de Valores, Investimentos, empresas e assim vai… Eles podem não estar errados, porém essa verdade é deles e pode não ser a de mais ninguém.

Pense um pouco aí, sobre quantas vezes você já falou mal de algo que não conhece, algumas vezes? Agora pense como essas ideias chegaram à sua cabeça, ouviu alguém falando sobre? Você conhece a história de quem te falou o que você está repetindo?

O que acontece é simples, enquanto seres humanos compartilhamos fotos, vídeos, frases e principalmente vivências. Isso não é errado, foi assim que nos firmamos enquanto espécie e vai continuar sendo assim, por muito tempo.

Ocorre que certas coisas são dedutíveis e portanto não cabe experimentação, por exemplo, veneno mata e pronto, você já sabe a finalidade. Agora investir não mata, você já ouviu falar que pessoas investem, então porque você vai falar que é ruim se nunca investiu?

O problema do histórico de quem te falou sobre investimentos, fala mais do que você imagina. Pense comigo, se a pessoa investiu na bolsa sem qualquer estudo e quebrou, para ela investir será ruim. O problema é que isso não necessariamente se aplica aos que estudam, mas pode aplicar.

Então há uma diversidade de coisas a serem observadas antes de se falar mal de algo, acredite em mim. Não é porque seu pai/ tio/ avô investiu errado que você investirá errado.

Foque em uma coisa, qualquer ideia repassada para você, deve ser filtrada com ainda mais cuidado, pois não é sua. Então para falar mal sobre investir, conheça.

Por onde começar?

Pense comigo, você já sabe em que quer investir? Então o primeiro passo é descobrir o que você pode investir. Depois comece a estudar como.

Então, o primeiro de tudo é entender que existem dois tipos básicos de investimentos, a Renda Fixa e a Renda Variável. A partir delas derivam os outros, por exemplo:

  • São investimentos de Renda Fixa (Tesouro Direto, CDB, LCI, LCA, CRI, CRA, Debêntures, Fundos de Investimento em Renda Fixa)
  • São Rendas variáveis (Ações, Fundos Imobiliários, Fundos de Investimentos baseados em Ação)

Como escolher por onde começar, cada pessoa tem um estilo, tem pessoas que não conseguem acompanhar o sobe e desce da bolsa, então é mais recomendável as Rendas Fixas. Tem pessoas que querem ganhos mais rápidos, daí já não vão conseguir tão rápido na Renda Fixa e preferem as Rendas Variáveis.

Uma dica, se você ainda não entendeu os conceitos de CDB, LCI, LCA, CRI, CRA e etc, estude até entender para começar. É importante saber como ocorre o rendimento, para que você invista bem. Não tem problema ouvir o seu Consultor de Investimentos, mas entenda o que ele está falando.

Onde investir?

Você pode iniciar os investimentos em corretoras ou em bancos que possuam possibilidades de investimento. Não existe melhor ou pior, pela mesma regra que disse acima, pode ser que uma corretora seja ruim para mim e você goste.

Existe algumas coisas que podem facilitar o seu julgamento, como por exemplo, se uma corretora cobra corretagem. Assim, primeiro de tudo após conhecer as corretoras e bancos é observar o custo benefício. Compare valores, facilidade da plataforma de investimento, disponibilidade de atendimento.

Nesse ponto, tenho que dizer que ter uma Conta digital é essencial. Principalmente uma que não cobre tarifa, para você pode transferir dinheiro sem pagar TED e nem pagar tarifa para manter a conta.

Isso é tudo sobre o mercado financeiro?

Nem de longe, temos que aprender muitas coisas para investir bem. A vantagem é que hoje temos muitos lugares para aprender. Canais de Youtube, Blogs, Ebooks e outros.

Vou tentar abordar esse assunto com mais frequência, pois é algo que gosto, além de que ensinando eu aprendo. Então vou sempre tentar clarear alguns conceitos aqui, se tiver dúvidas deixa nos comentários ou manda contato.

Lembrando que sou advogado e não consultor financeiro ou agente autônomo de investimentos, então não vou indicar onde investir. O que posso contar são minhas experiências e novamente repito que vocês devem filtrar ainda melhor.

Um exemplo: se eu investir na Empresa A, com um valor X e você com um valor X+1, o resultado é diferente. Então não posso falar que meus investimentos são bons, eles foram bons para mim. Terei esse cuidado na abordagem de quaisquer assuntos relacionados a investimentos e mercado financeiro.


Espero vocês seguindo o Podcast, seja no CastBox, Spotify, Deezer, Google Podcasts e outros. Lembre-se que para não perder nenhum episódio é importante seguir o Podcast. Espero o comentário de vocês aqui ou no Castbox.


Não deixe para aprender sobre contas digitais depois, baixe agora o nosso Ebook sobre Contas Digitais.


Fonte da imagem: Pexels